Cassiterita

A cassiterita é o principal minério de estanho. É um óxido do grupo do rutilo, que assim como o mineral, apresenta típica geminação em cotovelo. A geminação, junto à densidade relativa alta, ao traço claro e ao brilho adamantino, compõem as propriedades diagnósticas da cassiterita. Seu nome deriva do grego kassiteros, que significa “estanho”.

ClassificaçãoÓxidoFórmula QuímicaSnO2
Dureza6 – 7BrilhoAdamantino a submetálico e fosco
CorCastanha ou preta, raramente amarela ou branca.ComposiçãoSn (78,6%), O (21,4%), pode conter ferro.
CristalografiaTetragonalClasse4/m 2/m 2/m
HábitoGranular, maciça, reniforme ou com aparência fibrosa radiada. Cristais prismáticos frequentemente geminados em cotovelo.ClivagemImperfeita em {010}
FraturaDensidade relativa6,8 – 7,1
Propriedades ÓpticasUniaxial positivoPropriedades DiagnósticasDensidade relativa elevada, brilho adamantino, traço claro e geminação em cotovelo.
AssociaçãoFrequentemente a wolframita, molibdenita e arsenopirita. Também em veios com minerais de flúor e boro: turmalina, topázio, fluorita e apatita.OcorrênciaRochas ígneas e pegmatitos, veios hidrotermais de alta temperatura ou próximo de rochas graníticas.
UsosPrincipal minério de estanho, utilizado na fabricação de embalagens (folha-de-flanders). Também nas soldas, no metal Babitt e para polimento.TraçoBranco