Ilmenita

A ilmenita é um óxido de titânio e ferro de importância econômica. Não é comum de ser usada como mineiro de ferro, mas sim do titânio, que com o progresso da engenharia aero-espacial tem ganho importância por sua resistência. Também é usado na fabricação dos pigmentos, substituindo os compostos de chumbo. Pode ser confundida com a magnetita ou a hematita mas são, em geral, distinguíveis pelo exame físico da amostra. Testes químicos são necessários só em casos em que ocorrer como intercrescimentos das diferentes espécies.

ClassificaçãoÓxidoFórmula QuímicaFeTiO3
Dureza5,5 – 6BrilhoMetálico a submetálico
CorPreto do ferro.ComposiçãoEm geral Fe 36,8%, Ti 31,6% e O 31,6; pudendo variar a proporção de ferro-titânio pela introdução de óxido férrico. Também pode conter magnésio e manganês numa proporção limitada.
CristalografiaHexagonalClasse¯3
HábitoTabular com planos basais acentuados e pequenas truncaduras romboédricas. Maciça, compacta, em grãos ou como areia.ClivagemNão Tem
FraturaDensidade relativa4,7
Propriedades ÓpticasAnisotropía fortePropriedades DiagnósticasCor do traço e magnetismo fraco.
AssociaçãoNas areias pretas associada com magnetita, rutílio, zircão e monazita.OcorrênciaOcorre em camadas e massas lenticulares encaixadas no gnaisse e em outras rochas metamórficas cristalinas. Também em filões ou massas grandes como produto de segregação magmática.
UsosImportante fonte de titânio. Usa-se na manufatura de pigmentos e na construção de estruturas de alta resistência.TraçoPreto a vermelho-acastanhado.