Zircão

O zircão é um silicato de zircônio que serve como fonte de óxido de zircônio, uma das substâncias mais refratarias conhecidas. Motivo pelo qual é usado na construção de reatores nucleares. Além disso pelo seu retículo cristalino, tem a capacidade de aprisionar átomos radiativos durante a cristalização e deixa-los presos, permitindo que o decaimento radioativo aconteça num sistema fechado . Assim, é um mineral de muita relevância na datação radiométrica.

ClassificaçãoNesossilicatoFórmula QuímicaZrSiO4
Dureza7,5BrilhoAdamantino
CorCastanho, cinzento, verde, vermelho ou incolor.ComposiçãoZrO2 67,2%, SiO2 32,8%.
CristalografiaTetragonalClasse4/m 2/m 2/m
HábitoUsualmente em cristais, também em grãos irregulares.ClivagemMá em {010}
FraturaDensidade relativa4,68
Propriedades ÓpticasUniaxial positivo.Propriedades DiagnósticasA forma dos cristais, cor, brilho, dureza e densidade relativa.
AssociaçãoAssociado a quartzo, lepidolita, muscovita, turmalinas, cassiterita.OcorrênciaMineral acessório em rochas ígneas (principalmente as ácidas). Encontrado também no calcário cristalino, no gnaisse, no xisto e como grãos rolados de areia.
UsosPode ser usada como gema ou como fonte de óxido de zircônio. Seu principal uso atual é como fonte do zircônio metálico (usado na construção de reatores nucleares).Traço