Quartzo

O quartzo é o principal mineral do grupo de SiO2 dos tectossilicatos. Além de ser formado só por tetraedros de sílica altamente polimerizados, sua estrutura química simples o relaciona à grande variedade de polimorfos de sílica (cristobalita e tridimita, membros do grupo e diferenciados só pelo arranjo tridimensional dos tetraedros de sílica).

Existem dois tipos de variedades de quartzo: as variedades cristalinas de granulação grossa e as variedades criptocristalinas. As últimas divididas entre variedades criptocristalinas e variedades granulares.

Apresenta fortes piroeletricidade e piezoeletricidade, propriedades que são extensamente aproveitadas na industria.

ClassificaçãoTectossilicatosFórmula QuímicaSiO2
Dureza7, mineral índice na escala de MohsBrilhoVítreo, as vezes gorduroso ou reluzente.
CorNormalmente incolor ou branco, mas as diversas impurezas que podem conter o tingem dando origem a distintas variedades.ComposiçãoTem uma composição contante de 46,7% de Si e 53,3% de O, mas pode apresentar diversos polimorfos.
CristalografiaHexagonalClasse32 e 622
HábitoMaciça em diferentes granulações, cristais prismáticos (com faces estriadas, as vezes geminados), compacto.ClivagemNão tem
FraturaConchoidalDensidade relativa2,65
Propriedades ÓpticasUniaxial positivoPropriedades DiagnósticasBrilho, fratura, forma do cristal e a sua dureza.
AssociaçãoMuito comum, associado principalmente a muscovita e feldspato quando de origem ígneo. Nos filões com quase toda a série de minerais de veios.OcorrênciaPrincipal constituinte das rochas ígneas ácidas. Por ser resistente ao intemperismo é muito comum em rochas sedimentares. Pode ser tanto cristalizado por resfriamento (ou recristalização) como precipitado a partir de uma solução rica em sílica. Ocorre em grandes quantidades como areia e como um constituinte dos solos.
UsosUsado em ornamentação e como gema em muitas das suas variedades; mas também de uso extenso na industria , na argamassa e no concreto, como fundente, como abrasivo, na manufatura de vidro e dos tijolos de sílica, na porcelana, nas tintas, nas lizas, nos saponáceos, como pedra de construção e para fins de pavimentação. Além disso é usado na ciência para instrumentos óticos, como osciladores de rádio e para medições de pressões instantâneas.Traço

Variedades de Quartzo

O quartzo é o principal mineral do grupo de SiO2 dos tectossilicatos. Na sua estrutura pode conter diferentes tipos de contaminações que originam a variedade de formas que ocorre na natureza.

Variedades cristalinas de granulação grossa

  • Cristal de rocha: quartzo incolor em cristais bem desenvolvidos.
  • Ametista: quartzo de cor purpúrea ou violeta em cristais. A cor é resultado da presença de íons de [FeO4]4-.
  • Quartzo rosa: cristalino de granulação grossa, maciço e comumente sem forma geométrica. Parece que pequenas quantidades de Ti4+ são o agente corante.
  • Quartzo esfumado: cristal de cor amarela a parda esfumaçada e quase preta. A cor é resultado de pequenas quantidades de Al3+ que gera [AlO4]4- produto da exposição à radiação oriunda de material radioativo num cristal de quartzo originalmente incolor.
  • Citrino: quartzo de cor amarela-clara.
  • Quartzo leitoso: cor branca, leitosa pela presença de inclusões fluidas minúsculas.
  • Olho-de-gato: pedra que ao ser lapidada em forma redonda (cabuchão) exibe opalescencia ou acatassolamento. O Olho-de-tigre é uma variedade de quartzo fibroso e amarelo, pseudomorfo do anfibólio riebeckita.
  • Quartzo com inclusões: muitos minerais ocorrem como inclusões no quartzo, dando uma variedade de nomes.

Variedades criptocristalinas

  1. Variedades Fibrosas: Calcedônia é um termo geral aplicado para as variedades fibrosas; geralmente as que tem brilho gorduroso e cor branca, cinzenta ou marrom.
    • Cornalina: Calcedônia vermelha.
    • Sardo: Calcedônia parda.
    • Crisoprásio: Calcedônia de cor verde de maçã, pela presença de níquel.
    • Ágata: Variedade matizada com camadas alternadas de calcedônia e opala, ou quartzo criptocristalino granular. As diferentes cores apresentam-se, comumente, sb a forma de faixas paralelas, finas, delicadas, usualmente curvas (em alguns espécimes concêntricas). A madeira silicificada é a que se petrificou através da substituição por ágata turva.
    • Heliotrópio ou Pedra-de-sangue: Calcedônia verde que contém pequenas manchas de jaspe no seu interior.
    • Ônix: É outra calcedônia estratificada, com suas camadas dispostas em planos paralelos.
  2. Variedades granulares:
    • Sílex: Na aparência semelhante à calcedônia, mas opaco e muitas vezes de cor escura. Ocorre, usualmente, em nódulos no calcário. Quando se rompe, presenta fratura conchoide nítida.*
    • Chert: Rocha sedimentar maciça, compacta, semelhante ao sílex, mas usualmente de cor clara.*
    • Jaspe: Quartzo criptocristalino granular, usualmente de cor vermelha pela presença de inclusões de hematita.
    • Prásio: Semelhante ao jaspe (com o qual ocorre), mas de cor verde opaca.

*Em novas classificações a distinção entre o Sílex e o Chert (Flint e Chert em inglês) é feita apenas por tradição e ocorrência.