Gipsita (gipso)

A gipsita ou gipso é um sulfato de cálcio hidratado amplamente distribuído, gerado a partir da precipitação de sais em processos de evaporação de massas de água isoladas. Este mineral está muito relacionado à anidrita, o sulfato de cálcio anidro, que não é muito comum e a ausência da água na sua estrutura gera propriedades físicas diferentes as da gipsita. Os subprodutos da gipsita são usados em diversas áreas industriais.

ClassificaçãoSulfatoFórmula QuímicaCaSO4.2H2O
Dureza2, índice na escala de MohsBrilhoVítreo, nacarado, sedoso.
CorVítreo, nacarado, sedoso.ComposiçãoCaO 32,6 %, SO3 46,5%, H2O 20,9%. Passível de sofrer processos de desidratação.
CristalografiaMonoclínicoClasse2/m
HábitoMaciça, laminada (selenita), maciça granular (alabastro), fibroso (espato setinado). as geminações são relativamente comuns.ClivagemPerfeita em {010}, laminar em {100}, com superfície concóide {011}.
FraturaFibrosaDensidade relativa2,32
Propriedades ÓpticasBiaxial positivoPropriedades DiagnósticasNa amostra de mão, dureza e clivagem.
AssociaçãoCom halita, anidrita, dolomita, calcita, enxofre, pirita e quartzo.OcorrênciaFrequentemente interestratificado com calcários e folhelhos, como camada subjacente à sal-gema. Também em corpos lenticulares ou cristais disseminados. Formado pela alteração de anidrita. Encontrado também em regiões vulcânicas. Pode recristalizar em veios hidrotermais.
UsosPara a produção do gesso, fertilizantes e para alguns fins ornamentais.Traço