Galena

A galena é um sulfeto de importância econômica bem comum: além de ser quase a única fonte de chumbo, está associada a outros metais de maior valor (como a prata). Suas características permitem sua fácil identificação (principalmente a cor, o brilho, a densidade, e a clivagem), permitindo ser diferenciada ainda em amostras de mão de menor tamanho.

ClassificaçãoSulfetoFórmula QuímicaPbS
Dureza2,5BrilhoMetálico reluzente
CorCinza do chumbo.Composição86,6% Pb, 13,4% S. A prata pode estar presente, assim como pequenas quantidades de Zn, Cd, Sb, As e Bi. O selênio pode estar presente substituindo o enxofre.
CristalografiaIsométricoClasse4/m ¯3 2/m
HábitoMais comum como massas cubicas cliváveis. Menos comum octaedro, como truncaduras do cubo. Raro o dodecaedro e o trioctaedro.ClivagemPerfeita em {001}
FraturaDensidade relativa7,4 – 7,6
Propriedades ÓpticasIsotrópicoPropriedades DiagnósticasClivagem, densidade relativa elevada, maciez e traço cinza do chumbo.
AssociaçãoSulfeto metálico muito comum. Associada com a esfalerita, pirita, marcassita, calcopirita, cerussita, anglesita, dolomita, calcita, quartzo, barita e fluorita. Também com mineiros de prata, podendo também conte-la.OcorrênciaEncontrada em veios, preenchendo espaços abertos, ou depósitos de substituição (associado a calcários). Também pode ser achada nos depósitos metamórficos de contato.
UsosPrincipal fonte do chumbo. Também é um mineiro importante da prata.TraçoCinza do chumbo.