Pirita

Sulfeto mais comum e disseminado, formando-se numa grande faixa de temperaturas. É mais dura do que a maioria dos sulfetos, e tem grande importância industrial no mundo (como fonte de enxofre para ácido sulfúrico e outros subprodutos de enxofre).

ClassificaçãoSulfetoFórmula QuímicaFeS2
Dureza6 – 6,5BrilhoMetálico, reluzente.
CorAmarelo do latão, pálido.Composição46,6 % Fe, 53,4 % S, pode conter pequenas quantidades de níquel e cobalto.
CristalografiaIsométricoClasse2/m ¯3
HábitoMais comum como cristais cúbicos geminados e com as faces estriadas, piritoedro e octaedro. Também pode se apresentar maciça, granular, reniforme, globular e estalactítica.ClivagemNão tem.
FraturaDensidade relativa5,02
Propriedades ÓpticasIsotrópicoPropriedades DiagnósticasCor, dureza, fragilidade e sua forma cristalina. Também por ser opaca, paramagnética e frágil. Mais pálida e dura do que a calcopirita; mais brilhante e dura do que o ouro; e, mais escura e de habito diferente à marcassita.
AssociaçãoAssociação variada, porem mais frequentemente com a calcopirita, esfalerita e galena. Associada por alteração à limonita.OcorrênciaOcorre como segregações magmáticas, como mineral acessório em rochas ígneas, em depósitos metamórficos de contato e, em filões hidrotermais.
UsosPode ser minerada pelo ouro e o cobre associados. Mas tem variados usos na industria: para fornecer enxofre para a fabricação de H2SO4 e carraposas. Também como fonte de ferro, porem inusual.TraçoEsverdeado ou preto-acastanhado.