Vidro Vulcânico

Vidro vulcânico é uma rocha ígnea vulcânica ou extrusiva, que se forma quando a lava que alcança a superfície resfria muito rapidamente em contato com o ar, água ou material mais frio, não permitindo a cristalização de minerais. Lavas de composição riolítica ou félsica, mais ricas em sílica, tendem a formar material vítreo mais facilmente que lava de composição basáltica ou máfica, mais pobre em sílica. Quando o vidro apresenta fenocristais (cristais visíveis a olho nu) imersos na massa vítrea, esse é denominado de vitrófiro. Obsidiana é um vidro vulcânico escuro, de brilho típico, com fratura conchoidal, resultado do resfriamento muito rápido da lava félsica. Obsidiana tem sido utilizada desde os tempos pré-históricos como material para fabricação de ferramentas afiadas e também como ornamento. O vidro vulcânico formado durante uma erupção explosiva pode conter vesículas, que são cavidades formadas pelo escape de gases durante a solidificação da lava. O púmice é o material vítreo muito vesículado e leve, e a escória é menos vesículada e por isso mais densa.