Xisto

Xisto é uma rocha metamórfica caracterizada por uma foliação marcada pela presença de minerais placóides, como as micas, visíveis a olho nu e orientados em folhas paralelas. A foliação típica dos xistos é denominada de xistosidade, que se forma quando rochas são submetidas a mais altas pressões e temperaturas, acompanhadas de deformação. Esse ambiente metamórfico, de grau intermediário, é intenso o suficiente para aumentar o tamanho dos grãos de micas (biotita, muscovita) e clorita, e também transformá-los parcialmente em minerais anidros como granada, estaurolita e cianita. O termo xisto é uma denominação genérica, que precisa vir acompanhado dos nomes dos minerais principais, por exemplo: clorita xisto, muscovita-clorita xisto, biotita-granada xisto e talco xisto. Os principais constituintes dos xistos são minerais filosssilicatos (muscovita, biotita, clorita, talco e serpentina), tipicamente placóides, cuja orientação na rocha define a xistosidade. No entanto, minerais prismáticos finos, como alguns anfibólios, quando orientados, também podem definir uma xistosidade na rocha.